Como ser ator em 4 atos – Divulgação

Neste último artigo da série “Como ser ator em 4 atos”, vou falar sobre Divulgação. Como se vender, no melhor sentido da palavra.

Como ser ator em 4 atos - Divulgação

4. Divulgação

De nada adianta ser um excelente ator ou atriz e não conseguir trabalho. Faz parte da carreira do ator correr atrás das oportunidades, se produzir e procurar se relacionar com as pessoas certas.

Você é um Produto
Algumas pessoas podem achar um pouco estranho o que vou falar, mas você precisa se vender como um produto. Precisa cuidar:

1 – Da sua embalagem: do seu corpo, da forma como se veste, corte de cabelo…

2 – Da sua vitrine: por onde você anda e com quem.

3 – Do seu preço: não necessariamente no sentido literal da palavra, mas sobre o tipo de trabalho que você está disposto a fazer, seu currículo, suas experiências… Isso não tem nada a ver com trabalhar de graça ou não, escrevi sobre esse outro tema aqui.

4 – E do seu público-alvo: para aqueles que tem um objetivo específico, como, por exemplo, trabalhar na televisão. Também escrevi um post sobre atuar na tv. Se você estiver no início da sua carreira, eu, Fabiano, não recomendo que você foque unicamente na televisão. Sugiro que você procure fazer vários outros trabalhos que te possibilitem uma visibilidade e uma experiência maior antes de tentar a telinha. Faça muito teatro – experiência – e produza muitos trabalhos para a Internet – visibilidade. Hoje em dia, a melhor forma de mostrar o seu talento está na Grande Rede.

Planejamento
Assim como numa ação de marketing, planejamento é fundamental. Na prática isso significa: criar recursos/maneiras para que as pessoas tenham acesso ao seu trabalho.

Em primeiro lugar, você deve se preparar fisicamente e intelectualmente, como dissemos nos posts anteriores de Corpo, Voz e Interpretação. Fazer bons cursos e se cercar de profissionais gabaritados no início da carreira é essencial. Além disso, estudar muito, ler livros e entrevistas com grandes mestres também é fundamental. Ter referências, se inspirar em outros atores veteranos e saber onde se quer chegar pode parecer papo de auto-ajuda, mas também pode te ajudar neste planejamento.

Kit Básico do Ator

1 – Currículo com dados físicos, formação acadêmica e trabalhos realizados. Não sabe como fazer um? 

2 – Fotos. Essencial: uma de rosto e uma de corpo. Pode ser qualquer foto? NÃO! Dê preferência às fotos profissionais, mas se a grana estiver curta, vejam algumas dicas super básicas:

– Evite fotos tiradas com celulares ou webcams;
– Evite fotos com outras pessoas (mesmo que só apareçam partes delas);
– Evite fotos com quaisquer efeitos, nomes ou símbolos;
– Evite fotos na horizontal (deitadas);
– Evite fotos que mostrem apenas parte de seu rosto;
– Evite maquiagem em excesso;
– Evite tirar fotos do alto ou de baixo. A foto precisa ser tirada na altura do seu rosto;
– Evite roupas espalhafatosas, fantasias ou figurinos chamativos;
– Evite muitos adereços.

3 – Vídeo. Videobook é obrigatório? Não. Mas é bom, muito bom, para mostrar seu trabalho. Quando o ator ainda não tem trabalhos suficientes para produzir um “demo reel” (termo mais comum em publicidade, uma espécie de portfólio em vídeo com os melhores trabalhos já realizados), é comum gravar um monólogo para mostrar seu talento. Num trabalho como este, é recomendado que se utilize um texto de sua autoria (ou que você tenha autorização para utilização/divulgação) e que permita nuances na interpretação. É preciso mostrar ao produtor de elenco ou diretor que você é versátil, que pode ir do riso ao choro mantendo o foco na sua personagem.

Vídeo no formato de videobook padrão :

{youtube}yZ1MEmXf9w4{/youtube}

Vídeo reunindo vários trabalhos (Demo Reel) da atriz Vanessa Guedes:

{youtube}0qDHt9lkOjU{/youtube}

Sabrina Greve

{youtube}xADFBxTNyLw{/youtube}

 

Um videobook profissional costuma ser caro. Se você não tem dinheiro para fazer um, não desanime. Você mesmo pode produzir seu vídeo de diversas maneiras. Em breve daremos dicas para produção do seu próprio trabalho. Participar dos concursos culturais produzidos pelo TestedeElenco.com também pode ser uma ótima vitrine.

Há quem diga que um composite (um cartão impresso, geralmente no formato 20×30, com duas fotos, uma de rosto e uma de corpo, muito comum em moda) também deve fazer parte do kit básico do ator. Hoje em dia a maioria das agências de casting já aceitam fotos em pen drive. Eles escolhem suas duas melhores fotos e anexam no cadastro deles.

Um outro recurso que acho fundamental, mesmo com o mundo cada vez mais digital, é ter cartão de visitas impresso. Nele você pode colocar as principais informações de contato, além de disponibilizar um link para o seu portfolio digital.

O que é portfólio digital? Preciso realmente disso?

Sim. E essa é a minha principal dica neste post: mostrem seus trabalhos na Internet. De que forma? Através do TestedeElenco.com, você pode incluir fotos e vídeos com seus principais trabalhos. Além disso, aqui você tem um link direto para o seu perfil, o que facilita bastante na hora de divulgá-lo. Por exemplo: www.testedeelenco.com.br/fabianomartins

Se você tiver um site com um domínio próprio (aquele nome que você digita para entrar num site – ex.: www.seunome.com.br) é melhor ainda. Mas, é bom lembrar, que o ideal é ter os dois. Seu cadastro aqui também é fundamental para ser encontrado por produtores de elenco e diretores.

Independente de já ter um cadastro no TestedeElenco.com ou ter seu próprio site, mantenha-os sempre atualizados! Mas não é só isso, você precisa mostrar seu trabalho na Internet.

 

Veja algumas dicas de como se divulgar na Web:

– Inclua o endereço do seu site (ou perfil no TestedeElenco.com) na sua assinatura de e-mail. Termine sempre seus e-mails com algo do tipo:

João da Silva
telefone: 21 3344-5566
celular: 21 9999-7777
www.testedeelenco.com.br/joaodasilva

– Esteja, no mínimo, nas principais redes sociais da Internet: Orkut, Facebook e Twitter. De preferência, crie sempre o mesmo nome para ser encontrado mais facilmente. Seu nome artístico, claro. Nada de @desinibidadograjau, ok?

– Procure utilizar a mesma foto em todos os perfis na Rede. Quando quiser mudá-la (e é bom mudar de tempos em tempos), altere em todos os sites. Sua identidade, num primeiro momento, é essa: sua foto do perfil.

– Inclua na descrição do seu perfil, em todas as redes sociais, o link para o seu site ou perfil do TestedeElenco.com.

– Ao incluir fotos suas ou imagens em álbuns nas redes, procure assiná-las com o endereço do seu site ou perfil no TestedeElenco.com. Utilize um editor de imagens, tipo Photoshop ou qualquer outro, para isso. Lembre-se que você só deve fazer isso com suas fotos. Jamais assine uma imagem sem que você tenha direito autoral sobre ela. Isso é crime.

– Participe de grupos/fóruns de discussão, comente em blogs e sites culturais, seja mais ativo na Web! Assine sempre seus depoimentos com seu nome e com o link do seu site ou perfil no TestedeElenco.com.

Tudo isso tem um único objetivo: fazer com que mais pessoas tenham acesso ao seu trabalho. Neste outro post também falamos sobre como a Internet pode se tornar sua aliada e a importância do networking.

Espero que vocês tenham gostado da série “Como ser ator em 4 atos”. Aguardo os comentários de vocês!

Alguma sugestão para os próximos posts?

Abraços,

Fabiano Martins.
www.fabianomartins.com.br
www.twitter.com/fabianomartins
www.facebook.com/fabianomartins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *