Como ser ator em 4 atos – O Corpo

Daremos início hoje a uma matéria especial com quatro fundamentos básicos que um ator deve levar em consideração na hora de dar os primeiros passos na sua carreira.

Este tema será dividido em quatro edições e será explorado ao longo deste mês de maio. Os principais assuntos abordados serão: Corpo, Voz, Interpretação e Divulgação (Marketing Pessoal).

Como ser ator em 4 atos

Antes de dar início ao que interessa, gostaríamos de deixar claro que não temos o objetivo de dar o “caminho das pedras”, mesmo porque isso não existe nesta profissão. O que pretendemos com estas dicas é auxiliar, de alguma forma, a sua preparação. São apenas nossas sugestões, não são regras.

Por isso, a participação de vocês é super importante para que esses artigos sirvam de consulta – e, claro, de ajuda – para os atores que estão iniciando na carreira. Usem e abusem dos comentários ao fim de cada post. Participem!

1. Corpo

Como preparar seu corpo?

Na preparação do ator, podemos separar o que diz respeito ao seu corpo em duas partes, fundamentais e complementares, para melhor compreensão: físico e mente.

Trabalhar a expressão corporal do ator é tão importante que numa faculdade de Artes Cênicas existem matérias, praticamente, ao longo de todo o curso.

A respiração é um dos fundamentos mais importantes e será comentada mais adiante, quando falarmos de Voz e de Interpretação. De qualquer forma, se você não conhece a “respiração diafragmática” já pode ir lendo algo sobre ela aqui e aqui.

A prática de alguns esportes, como a esgrima e a capoeira, também pode ser ótima aliada na preparação do ator. Assim como a dança e a yoga, atividades que trabalham corpo e mente fazendo com que você adquira maior consciência corporal, e se sinta mais concentrado e focado em seus objetivos. O pilates, que está na moda, também ajuda muito no equilíbrio do ator.

Em alguns casos, a televisão e o cinema se utilizam da participação de dublês de cena, não apenas para preservar os atores  mas também com objetivo de buscar mais veracidade nas cenas. Porém, um trabalho corporal básico é necessário e muito indicado para cenas, principalmente, no teatro. Por exemplo, um ator precisa saber cair ao chão, dar ou receber um tapa, simular um desmaio, morte ou coisa parecida. Existem técnicas eficientes e seguras para que o artista não se machuque em cena.

Na maioria dos trabalhos profissionais, existe a figura do preparador corporal. Ele pode simplesmente cuidar da resistência do ator para determinadas cenas ou até mesmo criar coreografias, como nos casos de espetáculos musicais, filmes ou clipes. Para estes trabalhos, o papel do coreógrafo se torna indispensável.

Físico

Para trabalhar em qualquer carreira, você precisa estar de bem com seu corpo. Se olhar no espelho e se sentir bem é ótimo. Isso mexe com seu ego e te faz produzir muito melhor no dia-a-dia. Com o ator não é diferente. Muitos pensam que só serão contratados se seguirem os padrões de beleza estabelecidos pela sociedade. Besteira! Algumas pessoas exageram nessa busca da perfeição e investem em malhação pesada, dietas milagrosas e cirurgias perigosas. O fundamental mesmo, no final das contas, é se sentir estimulado para desempenhar seu papel da melhor forma possível.

Porém, contudo, todavia… há de se considerar alguns detalhes importantes. Se você for adolescente, por exemplo, não deixe de tratar suas espinhas. Embora as maquiagens estejam cada vez mais sofisticadas, com a chegada das televisões em Full HD, “defeitos” como este são mais facilmente percebidos. Se for o caso do diretor exigir um adolescente com espinhas em cena, é mais comum alguém produzir artificialmente essas imperfeições com uso de maquiagens especiais do que escolher um ator assim. Até porque existe uma coisa muito importante, na televisão e no cinema, chamada continuidade. Imagine que você esteja com uma espinha gigante na ponta do nariz no primeiro dia de gravação e depois apareça outra também em sua testa? O cuidado com a pele é fundamental. Usar protetor solar e visitar periodicamente um dermatologista também é importante para evitar manchas no corpo.

Cicatrizes e sinais aparentes não devem ser motivo de desânimo. Além de poderem ajudar a definir melhor o seu tipo, em alguns casos podem ser “eliminados” com ajuda de maquiagem. As tatuagens são uma discussão a parte. Num cenário ideal, o ator deve estar sempre preparado para entregar-se de corpo e alma para desempenhar o papel de sua personagem, e com isso acaba sendo preferível que procure preservar ao máximo sua aparência. Portanto, pense muito e muitas vezes antes de se decidir por tatuagens, piercings, alargadores de orelha e “customizações” do tipo.

Para desempenhar o trabalho de ator, GERALMENTE, não importa se você é bonito, feio, gordo, magro, alto, baixo, novo, velho ou se possui algum tipo de deficiência física. A arte da representação busca, como o nome diz, representar! Parece meio bobo, mas é assim que deve, ou deveria, ser. A arte imita a vida e vice-versa.

– O corpo do ator no Teatro
O trabalho nos palcos permite uma versatilidade muito maior do que nos outros meios. Um adolescente pode fazer o papel de um ancião através de uma licença poética ou de uma interpretação perfeita. Com a ajuda da iluminação e da maquiagem, somadas à distância do espectador à cena, o trabalho pode se tornar completamente crível.

– O corpo do ator na Televisão
Eu, Fabiano, já fiz um curso de interpretação para TV, em que a professora/diretora dividia a turma em núcleos como existe numa novela. Tipo: núcleo pobre e núcleo rico. Claro que a vida real não é tão radical assim. Não é porque você acha que tem “cara de pobre” que vai interpretar um miserável pro resto da vida. Embora tardiamente, a TV percebeu que essa “generalização” (ou pior, “estereotipação”) não faz muito sentido e começou a se arriscar lançando galãs que até então só “serviam” para fazer papéis secundários.

– Alterações no corpo
Charlize Theron antes e depois de Monster

O sacrifício de engordar, emagrecer ou deixar a vaidade de lado costuma ser recompensador e pode render bons frutos aos atores. No filme “Monster”, a sul-africana Charlize Theron estava irreconhecível, fez um trabalho incrível e acabou levando o Oscar de melhor atriz. Renée Zellweger também conseguiu uma indicação pela simpática gordinha em “O diário de Bridget Jones” e Cristiana Oliveira esteve ótima, bem acima do seu peso, no papel de Araci, na novela “Insensato Coração”.

Não deixe de ler: Vale tudo em nome da arte, até ficar feio

Mente

Tão importante quanto estar de bem com seu corpo, é cuidar da sua mente. Exercícios de relaxamento e concentração são extremamente fundamentais para o trabalho do ator. Ao entrar em cena, é preciso esquecer o mundo lá fora e manter o foco na sua personagem. Atividades físicas como as citadas anteriormente, leitura regular de bons livros, dormir e se alimentar bem, descansar no mínimo oito horas antes de qualquer trabalho e, principalmente, exercitar muito a sua respiração, certamente vão te ajudar a ter sucesso nos seus projetos. Assistir filmes, espetáculos teatrais, visitar exposições e ouvir música também são essenciais para aguçar sua criatividade.

Espero que tenham gostado deste post sobre o corpo do ator. Na próxima semana falaremos sobre Voz. Fiquem ligados!

Aguardo os comentários de vocês!

Abraços,

Fabiano Martins.
www.fabianomartins.com.br
www.twitter.com/fabianomartins
www.facebook.com/fabianomartins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *